5.07.2010

Um cinema faz-se de filmes

Há um ano atrás, quando se queria ver um filme menos comercial, europeu ou de origens mais exóticas, tínhamos em Lisboa o King Triplex, ele, lá se mantém, cada vez mais velhinho, agora com projecção digital e novas cadeiras. No entanto, faz pouco mais de um ano (re)abriu o cinema de Alvalade, que desde então tem feito a perninha ao comercial, exibindo filmes mais periféricos em especial o documental (Les Plages d'Agnés, Ruas da Amargura, Tyson).

Pois bem, esta semana (para concorrer com o ciclo de cinema alemão no King) começa a exibição de pacotes de curtas, todas portuguesas e todas dos anos 00, com nomes como João Nicolau, João Pedro Rodrigues, Miguel Gomes, Frederico Serra, Sandro Aguilar, Cláudia Varejão, José Miguel Ribeiro, Pedro Caldas. A retrospectiva faz-se em sessões das 19h diariamente, tudo organizado pela Agência.

A acompanhar isto, também esta semana começa um ciclo de cinema do mundo, com Caro Diario do Moreti, La cienaga da Martel, Goodbey Dragon In do Tsai Ming Liang, Uzak do Ceilan, Ningém Sabe do Kore-Eda, Sabor da cereja do Kiarostami e O Regresso de Zvyagintsev, sete filmes, que vão rodando, perfazendo perto de 5 exibições cada, até à próxima quarta em diferentes horários; 3,5 € ou passe para o sete.

3 comentários:

Rita A. disse...

Onde é que podemos ver curtas da Cláudia Varejão?

Rita

Ricardo disse...

Só no Porto

Obrigado pela visita

Rita A. disse...

Uma verdadeira lástima para os lisboetas.