9.19.2008

PTA faz PDL




P. T. Anderson é um daqueles realizadores prodígio que em cinco filmes ( Sydney, Boogei Nights, Magnolia, Punch-Drunk Love e There will be blood - e eu nunca vi nem Boogei Nights nem Sydney) fez grandissimos filmes, sendo magnólia uma pequena obra prima e There will be blood uma obra gigantescamente primorosa.

Punch-Drunk Love é uma das melhores, senão a melhor 'comédia romântica' dos últimos anos com um Adam Sandler a mostrar de que é feito e um Seymor Hoffman a dizer que não consegue fazer um mau papel e um realizador a transformar os clichés do género em momentos soberbos e avassaladores, caso, por exemplo de uma cena em que as personagens dão as mãos e a câmara se fecha em circulo nas mãos dadas provoca não só um sorriso mas uma satisfação suprema.

O filme ganha também muito do director de fotografia Robert Elswit (vencedor do oscar pelo There will be blood) que dá uma tom cru e quase documental da paranóia do personagem principal.

PTA consegue fazer uma comédia romântica cheia de clichés que na verdade se tornam em momentos inovadores e extraordinariamente risíveis e consegue também transformar de forma meio alucinada a vida de duas pessoas que se amam e que são ambas a a forma física do que é ser estranho.

Um filme mais tresloucado do que se podia pensar, um 'drama' familiar cómico, uma história de amor esquisita e muito, muito pudim.

9/10- Maravilhosamente delicioso e divertidamente alucinado.

2 comentários:

looT disse...

Uma comédia romântica alucinada. É sem dúvida um filme fantástico que nos mostra que Adam Sandler até tem jeito para a coisa pena é que muitas vezes os seus filmes sejam maus.

De PT Anderson falta-me Sydney de resto adoro todos e não acho que Magnolia e Boogie Nights percam para There Will Be Blood. São todos muito bons dentro do seu género :)

Abraço

Ricardo disse...

Boogie Nights, como disse não vi e adoro magnolia, foi um dos filmes que mais apaixonou durante bastante tempo e claro, em géneros diferentes são todos muito bons.